Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email
Share on google
Share on whatsapp

ACORDO QUE PERMITE POLÍCIA ATRAVESSAR FRONTEIRA EM BUSCA DE BANDIDOS E COMEMORADO EM PONTA PORÃ E PEDRO JUAN CABALLERO

Acordo assinado na quinta-feira (07), que vai permitir que policiais atravessem as fronteiras dos países membros do Mercosul durante perseguições por até um quilômetro, foi comemorada nos municípios que fazem divisa com Bolívia e Paraguai, em Mato Grosso do Sul.

Vereador por Ponta Porã, Marcelino Nunes destacou o respeito entre os países vizinhos. “É uma medida de suma importância para as polícias de ambos os lados, pois o crime é transfronteiriço. Apesar de que sempre houve o respeito entre ambos os lados, agora com essa formalização, o combate ao crime será mais eficaz”.

Além do Paraguai e a Bolívia, Argentina e Uruguai também entram no acordo. Anunciado em Foz do Iguaçu, no Paraná, pelo ministro Sério Moro, o texto ainda precisa da assinatura dos presidentes dos cincos países e passar pela aprovação dos congressos locais, mas já possui regras bem definidas.

Entre as cláusulas do acordo, os agentes que entrarem no país vizinho devem comunicar as autoridades locais imediatamente e encaminhar os presos para a cidade em que foram capturados. Além disso, carros policiais devem estar devidamente identificados.
O acordo pode ser ampliado através de tratados bilaterais.

Fonte: Porã News