Home Políciais Advogada criminalista é encontrada morta com tiro na cabeça em sua casa

Advogada criminalista é encontrada morta com tiro na cabeça em sua casa

0

A advogada criminal Sandra Becker, de 50 anos, foi encontrada morta com tiro na cabeça na manhã de quarta-feira (21). Ela estava caída na cozinha de sua casa na Vila Santo Antônio, em Maringá. Um segurança da advogada foi quem a encontrou já sem vida e chamou o socorro.

Equipes do Siate e Samu deslocaram ao local com certa brevidade, mas o médico intervencionista constatou o óbito de Becker. Os policiais militares isolaram a cena do crime até a chegada da perícia e de investigadores da Delegacia de Homicídios. Ao lado do corpo havia uma pistola que foi apreendida.
O segurança confirmou que levou Sandra Becker na tarde da última terça-feira (20) na Delegacia da Polícia Civil para conversar com um delegado, depois a advogada pediu para ir a uma agência bancária e por fim que a levasse para sua casa.
No dia 28 do mês passado, Sandra Becker diz ter sido alvo de um atentado. Segundo a advogada, ela teria sido baleada na coxa na casa do falecido pai. Dois homens ocupando uma moto vermelha passou na frente efetuando vários tiros. Becker foi socorrida por meios próprios e encaminhada para o Hospital São Marcos.
Em entrevista para o repórter André Almenara, Becker acusava a família de Lourival Alves de ter
praticado esse e outros atentados. Lourival Alves morreu assassinado em janeiro de 2014 em Maringá. Sandra que era noiva de Lourival estava junto com ele em um carro quando um homem atirou e matou a vítima.
A advogada na época foi investigada pela Delegacia de Homicídios e apontada como sendo a mentora do crime. O assassino Marcílio Aparecido Alves, que confessou a morte, foi condenado e está preso na PEM. Becker foi condenada no dia 28 de julho do ano passado pela morte do noivo.
A sentença pela condenação foi em 13 anos e 10 meses por ser a mandante do assassinato. O júri popular que aconteceu em Curitiba durou três dias. O advogado de defesa entrou com recurso e Sandra aguardava em liberdade.
A criminalista sempre alegou que não mandou matar o noivo Lourival. Ela dizia que sempre apanhou de Lourival Alves, que sempre registrou boletim de ocorrência na delegacia contra ele. Sobre o assassino, Becker conta que Marcílio matou Lourival para defender Sandra das agressões que vivia sofrendo.
A Delegacia de Homicídios de Maringá vai investigar a morte da advogada Sandra Becker para apurar se houve um crime de assassinato ou de suicídio. (André Almenara).

Fonte:Por Goionews
Deixe Sua Opinião ! Aviso: As opiniões São de Inteira Responsabilidade dos Autores e não representam a opinião do site Bela Vista MSNEWS. É Vedada a inserção de comentários violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, apos identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.