Últimas Notícias
Adolescente é apreendido pela a Polícia Militar, após efetuar disparos em via pública e contra policiais

Adolescente é apreendido pela a Polícia Militar, após efetuar disparos em via pública e contra policiais

O fato ocorreu por volta das 20:10h, da quarta-feira (22), onde várias pessoas ligaram para o telefone de emergência 190, informando que um indivíduo de camiseta azul e boné cinza, havia efetuado disparo de arma de fogo em via pública, nas proximidades do Supermercado Pires, na Rua Joaquim Murtinho.

O COPOM acionou a viatura que estava em rondas, sendo que a viatura da PM, estava próximo do local e iniciou diligência para o local, e lograram êxito em localizar o autor de iniciais R. C. C. B. (16), na Rua Joaquim Ferreira de Azambuja, quase na esquina com o Projeto Mirim.

O autor R. C. C. B. (16) ao visualizar a viatura policial, efetuou um disparo contra os policiais militares, momento este que foi revidado a injusta agressão, efetuando quatro disparos em direção ao autor, que estava abrigado atrás de um poste.

Após o revide, o autor R. C. C. B. (16) jogou a arma para longe e se jogou no chão, sendo feito a aproximação para o procedimento de imobilização do adolescente, neste momento o autor começou a se debater, sendo usado de força necessária para realização da imobilização.

R. C. C. B. (16) foi revistado e colocado no compartimento de presos, e o sendo recolhido a arma de fogo utilizada pelo o adolescente, um revólver da marca Taurus, calibre .357, com duas munições deflagradas e seis intactas.

Na sala de registro de ocorrência, o autor/adolescente por R. C. C. B. (16), foi questionado sobre de quem seria a arma de fogo que estava em sua posse, e relatou ser de seu cunhado W. S..

Momentos seguintes começaram a chegar na sala de ocorrência, as testemunhas/vítimas as quais relatam as seguintes versões dos fatos: T. relatou que estava com seu veículo e que o adolescente R. C. C. B. (16) veio a parar o veículo apontando a arma de fogo em sua direção dizendo que ia mata-lo se ele não fugisse em 5 segundos; outra testemunha senhor R., relatou que estava com seu filho no Rei dos Lanches e o autor veio a apontar a arma em sua direção e depois na direção de seu filho que é uma criança e disse que ia matar os dois.

Após este último fato R. C. C. B. (16) veio a efetuar um disparo, onde as testemunhas não conseguiram afirmar, se o disparo foi em sua direção.

R. C. C. B. (16) foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil, bem como a arma mencionada para que fossem tomadas as devidas providências ao caso.

Fonte:MaracajuSpeed

 

.


Data: 23/06/2022