Últimas Notícias
Atiradores passaram na rua durante três dias antes de rapaz ser morto

(Foto: Henrique Kawaminami)

Atiradores passaram na rua durante três dias antes de rapaz ser morto

Os quatro homens suspeitos de matarem Felipe dos Santos, 22 anos, na noite deste domingo (10), já estavam passando pela rua há 3 dias em duas motocicletas de cor escura. O crime aconteceu na Rua Conde do Pinhal, Jardim Colibri, em Campo Grande.


Ao Campo Grande News, uma vizinha que prefere não se identificar, contou que Felipe e a esposa morava na casa há aproximadamente um ano e que as motocicletas começaram a passar pelo local na quinta-feira (7) a noite.

“A gente tá sempre aqui na frente e viu eles passando. Passaram na quinta, na sexta e no sábado. Ontem não vimos eles.  Sábado mesmo, o Felipe estava aqui na frente comendo um lanche e eles passaram como quem não quer nada, então não desconfiamos”, disse a jovem de 18 anos.

A vizinha contou ainda que, na noite do crime ouviu os tiros e saiu correndo para ver o que estava acontecendo, mas quando chegou Felipe já estava sendo carregado pelos familiares.


“Foi tudo muito rápido. Quando sai as motocicletas já tinham indo embora e ele já estava muito mal. Pelo que disseram ele chegou a entrar em casa e quando saiu novamente eles atiraram. Ele chegou a correr para dentro de casa”, afirmou a vizinha.

Felipe foi atingido por tiros no peito e no braço. O rapaz chegou a ser socorrido para a UPA (Universidade de Pronto Atendimento) Universitário, mas não resistiu. À polícia, a esposa do rapaz contou que quatro homens estavam nas duas motocicletas, dois deles atiraram contra a vítima e um chegou a perguntar “será que é esse?”, em seguida foram embora.

Na delegacia ela entregou cinco cápsulas de calibre 9mm deflagradas. No portão da casa foram encontradas cerca de sete marcas de tiro e uma perfuração na porta.

Fonte:C.G.News

.


Data: 11/07/2022