Últimas Notícias
Espancada e arrastada pelo marido, mulher tem afundamento de crânio

Vítima foi espancada até ficar desacordada (Foto: Direto das Ruas)

Espancada e arrastada pelo marido, mulher tem afundamento de crânio

Mulher de 36 anos sofreu traumatismo craniano e chegou a ficar desacordada após ser espancada por 17 horas pelo companheiro, no Bairro Lagoa Dourada, em Campo Grande. O agressor de 28 anos foi preso em flagrante por sequestro, cárcere privado e lesão corporal. O caso foi registrado na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).


Conforme apurado pela reportagem, por volta das 20h de ontem (26), o Garras (Delegacia de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros) recebeu ligação de uma pessoa dizendo que presenciou o autor agredindo a vítima com socos, chutes e a puxando pelos cabelos por cerca de 20 metros. A testemunha disse que havia ligado por diversas vezes para 190, mas não teve sucesso. Temendo pela vida da vítima resolveu acionar o Garras.


Mulher sofreu vários ferimentos na região da cabeça (Foto: Direto das Ruas)
Os policiais, então, foram para o endereço indicado pela denunciante. No local, os moradores acreditavam que a vítima já estava morta, porque ouviram por várias vezes pedidos de socorro e depois não escutaram mais nada. Após bater palmas e não ser atendida na residência, a equipe arrombou a porta e encontrou o autor descontrolado e a mulher deitada na cama desacordada.

A família da vítima foi acionada. Ela foi socorrida para o CRS (Centro Regional de Saúde) Tiradentes e devido à gravidade dos ferimentos foi transferida à Santa Casa. Após passar por alguns exames no hospital foi constatado que ela havia sofrido afundamento de crânio.

A irmã dela relatou à polícia, que a mulher estava convivendo com o agressor há 3 meses e já tinha registrado boletim de ocorrência por violência doméstica e solicitado medida protetiva. O homem foi preso em flagrante e amanhã deve passar por audiência de custódia na Justiça, para definir se ficará preso esperando o andamento do inquérito ou se poderá responder em liberdade. A pessoa que entrou em contato com o Garras disse que a vítima estava sendo agredida desde as 3h da madrugada de sábado. 

C.G.News

.


Data: 28/03/2022