Últimas Notícias
‘Intenção não era matar’, disse suspeito de atirar na cabeça do vizinho que varria a calçada dele

Foto: Reprodução/ChapadaenseNews

‘Intenção não era matar’, disse suspeito de atirar na cabeça do vizinho que varria a calçada dele

O suspeito de atirar na cabeça do vizinho que varria a calçada da casa dele, Donizete Ferreira Soares, de 61 anos, foi preso nesta terça-feira (26), em Chapadão do Sul (MS). Ele se apresentou na delegacia na companhia do advogado. Em depoimento, o homem confessou o crime e disse que a intenção não era matar.

Conforme a delegada que acompanha o caso, Bianca Martins, o suspeito disse que a razão dos disparos foi a discussão por causa da árvore e da calçada, que a vítima limpava. “Segundo ele, foi insultado e perdeu a cabeça', informou a delegada.

Donizete foi preso preventivamente, seguindo mandado expedido no dia do crime. Segundo a polícia, o suspeito não tinha passagens policiais anteriores e morava sozinho na residência. A vítima foi encaminhada para Campo Grande, onde foi transferida da Santa Casa para um hospital particular, na segunda-feira (25).

Mesmo com a bala alojada na cabeça, a vítima enviou uma mensagem para a polícia, detalha o registro policial. O homem estava sendo socorrido quando explicou para as autoridades, via aplicativo de mensagens, como tudo ocorreu.

“Estava varrendo a calçada dele e pedi para minha filha jogar umas pedras fora. Daí ele falou ‘a calçada é minha’. Daí eu falei ‘nem calçada você varre’. Daí ele entrou pra dentro e já veio armado. O pé de árvore que tinha lá, ele tinha deixado cortar', relatou a vítima.

Entenda o caso

Câmeras de segurança registraram todo o ocorrido (veja o vídeo acima). Nas imagens, é possível ver que a vítima, um homem de camiseta branca, estava limpando a calçada do vizinho, um idoso de 61 anos. O vizinho aparece, troca algumas palavras e entra na própria residência. O homem de branco continua limpando o local com a ajuda da filha.

Em seguida, o idoso retorna para a frente da casa apontando uma arma e realiza disparos contra a vítima, que foge correndo. Um dos disparos atingiu a cabeça do homem, e o projétil ficou alojado no rosto.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Chapadão do Sul como tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil. O suspeito também é investigado por posse irregular de arma de fogo.

Fonte:G1 / RENATA BARROS, G1 MS

.


Data: 27/07/2022