Últimas Notícias
Nove cidades foram alvos da operação ‘Sintonia’ com cumprimento de 102 mandados

Nove cidades foram alvos da operação ‘Sintonia’ com cumprimento de 102 mandados

Uma das presas, de 27 anos, na manhã desta segunda-feira (18), durante a deflagração da Operação ‘Sintonia’, feita pelo  (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), escondia arma dentro do guarda-roupa. Outras três pessoas foram presas na operação contra o PCC (Primeiro Comando da Capital).

Informações são de que durante o cumprimento do mandado, no Bairro Jardim Centro-Oeste, policiais do  encontraram uma gaveta dentro do guarda-roupa, um revólver calibre .32, com coronha de madeira, com capacidade para seis munições, sendo a numeração raspada. Ela confessou que a arma seria dela. Na casa, também estavam os três filhos menores da mulher, que seria integrante da facção criminosa PCC.

São cumpridos 67 mandados de prisão e 35 de busca e apreensão, nas cidades de Campo Grande, Dourados, Amambai, Bela Vista, Corguinho, Maracaju, Naviraí, Nova Andradina e Rochedo. Durante as investigações contra a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), descobriu-se que, mesmo do interior dos presídios, os faccionados com uso de celulares mantinham contato com integrantes fora dos presídios.

As ações dos faccionados eram para autorizar, gerenciar, coordenar e praticar crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de arma de fogo, roubo, sequestros e homicídios em Mato Grosso do Sul. O Gaeco ainda identificou diversos crimes relacionados à estrutura financeira e orgânica do PCC, uma vez que as condutas investigadas diziam respeito à movimentação criminosa da facção para angariar capital ilícito, bem como punir e manter a disciplina de integrantes que não seguiam as diretrizes da organização criminosa como deixar de quitar débitos com a comercialização de drogas ou arrecadação das “rifas” — espécie de loteria do crime.

Fonte:MidiaMax

.


Data: 18/04/2022