Últimas Notícias
Vítima de feminicídio implorou para não ser morta na frente do filho de 9 anos, diz a polícia

Foto: Arquivo pessoal/ Reprodução

Vítima de feminicídio implorou para não ser morta na frente do filho de 9 anos, diz a polícia

Erica Miranda Souza, de 27 anos, tinha medida protetiva contra o marido e foi morta a tiros em uma propriedade rural em Terenos (MS).

Antes de ser assassinada, Erica Miranda Souza, de 27 anos, registrou boletins de ocorrência contra o marido Diogo Cardoso Souza, de 28 anos, e implorou para não ser morta na frente do filho de 9 anos, segundo a polícia. Após o crime, o autor dos disparos exigiu que a criança deitasse junto com o corpo da mãe, já morta, e fugiu.

O crime foi cometido em frente aos filhos da mulher, de 2 e 9 anos, em uma propriedade rural de Terenos (MS), cidade vizinha a Campo Grande. Ao chegar no local, a polícia encontrou a criança mais nova abraçada ao corpo da mãe.

Fonte: Geisy Garnes e Rafaela Moreira, g1 MS

Atualizado:

.


Data: 24/05/2022