Home Noticias Carro de motorista de aplicativo é roubado e destruído em perseguição em...

Carro de motorista de aplicativo é roubado e destruído em perseguição em Dourados

0

O carro de motorista de aplicativo foi destruído por ladrão em fuga, na madrugada de hoje, em Dourados. Um comparsa ainda testou resgatá-lo após o acidente, mas foi flagrado pelos policiais e fugiu, deixando o comparsa ferido para trás.

O roubo aconteceu ontem à noite, segundo o site Dourados News. O motorista de 48 anos foi chamado para atender passageiros na Rua Joaquim Teixeira Alves, região centro da cidade. No local indicado, encontrou quatro homens e três mulheres e conversava com o grupo para que fossem feitas duas viagens. Neste momento, um homem armado surgiu e que exigiu que ele saísse do carro.

O condutor obedeceu e, logo após a fuga do bandido, acionou a PM (Polícia Militar). Já na madrugada, a equipe da PMR (Polícia Militar Rodoviária) passou por veículo em alta velocidade, próximo do distrito da Picadinha, identificado como sendo do motorista de aplicativo.

Em perseguição, o ladrão capotou o carro. A equipe da PMR tentou alcançá-lo por uma estrada vicinal, enquanto o homem tentava se esconder em um milharal, próximo da rodovia.

Os policiais viram quando motociclista se aproximou para socorrer o homem, mas, com a chegada da polícia, o rapaz na moto começou a atirar e fugiu em seguida, sem resgatar o comparsa.

O outro rapaz tentou se esconder na plantação, mas foi localizado e preso. Ferido, foi encaminhado para o Hospital da Vida e, depois, levado ao 1º Distrito Policial. Ele foi identificado como sendo Mikael da Silva, 18 anos, o “Coringa”. O rapaz disse que agiu sob efeito de álcool. A polícia ainda tenta identificar outros integrantes do grupo.

Fonte: Silvia Frias / Campo Grandes News

Deixe Sua Opinião ! Aviso: As opiniões São de Inteira Responsabilidade dos Autores e não representam a opinião do site Bela Vista MSNEWS. É Vedada a inserção de comentários violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, apos identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.