Home Política “Dagoberto teve mixaria de votos” diz deputado que foi convidado a sair...

“Dagoberto teve mixaria de votos” diz deputado que foi convidado a sair do PDT

0

O deputado federal e presidente do PDT regional Dagoberto Nogueira convidou o deputado estadual Jamilson Name, ambos da mesma sigla, para se retirar do partido. De acordo com Dagoberto, ele só enviou carta ao deputado porque Name pediu para sair da sigla. “Como é um jovem de pouca formação e caráter, sai batendo”, rebateu Dagoberto. Essa será a segunda baixa anunciada do partido.

O PDT está em clima de guerra há algum tempo, e nas trocas de ofensas, o deputado estadual Jamilson Name declarou que Dagoberto decidiu “expulsar” ele do partido porque não gostou da ideia dele ser candidato a prefeito de Campo Grande. “De certo ele que quer ser candidato a prefeito, mas com essa mixaria de votos?”, declarou Jamilson Name.

Porém Dagoberto rebateu as declarações de Name e disse que o próprio parlamentar havia pedido para sair da sigla. “Ele está no PDT, mas ele deve sair, porque ele mesmo pediu para sair”, declarou Dagoberto.

Por meio de carta o deputado federal pediu para que Name se retirasse do partido alegando que o próprio teria interesse em sair. “Eu não quero sair, ele diz na carta que eu estou liberado a sair. Ele é assim mesmo, sempre foi assim”, reclamou Name.

O parlamentar vai reclamar na nacional e disse que há tempos tem sofrido “bullying “ por parte de Dagoberto. “Vou conversar com a nacional para ver qual caminho vou seguir”, adiantou o deputado.

Jamilson Name disse também que Dagoberto não concorda com a base de apoio ao Reinaldo Azambuja (PSDB) que o parlamentar defende dentro da Assembleia Legislativa. “Pode ser isso também”.

Name declarou também que gostaria, agora, que Dagoberto fosse candidato a prefeito e disputasse com ele as eleições de 2020. “Teve mixaria de oito mil votos, vamos ver”, ameaçou.

DIRETÓRIO MUNICIPAL

Com a renúncia do vereador de Campo Grande Odilon de Oliveira Junior a presidência do PDT municipal, o partido vai realizar no sábado (1) a convenção municipal para conduzir o articulador político e advogado, Yves Drosghic, a presidência municipal. Com chapa única, Yves terá como vice-presidente o então segundo-presidente, Wilson Fernandes.

Odilon deixou a liderança do partido na Câmara Municipal de Campo Grande e a presidência do partido porque pretende deixar a agremiação na janela partidária de março de 2020 e seguir a carreira política sem o PDT. Ele e seu pai, ex-candidato a governador do Estado e juiz federal aposentado, Odilon de Oliveira, não estão satisfeitos com a agremiação há tempo e já vem destacando que vão deixar o partido, porém o vereador precisa esperar a janela eleitoral para não ter problemas com a Justiça Eleitoral e perder o mandato na casa de leis.

A saída de Odilon da presidência acabou antecipando as eleições que seriam apenas em novembro. Com a renúncia do vereador, seu colega de bancada deveria assumir a presidência, porém Ademir Santana também renunciou ao cargo. O vereador ainda não sabe se fica na sigla ou também vai deixar o partido.

CRISE NO PP

Outro parlamentar que também pediu para que correligionários saíssem do partido foi o presidente do PP Alcides Bernal. Em briga de whats app o ex-prefeito de Campo Grnde disse que era para o deputado estadual Evander Vendramini e o vereador Valdir Gomes deixassem a sigla alegando que eles eram “traidores”.

 

Fonte:Correio do Estado

 

Deixe Sua Opinião ! Aviso: As opiniões São de Inteira Responsabilidade dos Autores e não representam a opinião do site Bela Vista MSNEWS. É Vedada a inserção de comentários violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, apos identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.