Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email
Share on google
Share on whatsapp

Deputados votam em projeto que suspende porte de arma

Na Ordem do Dia desta terça-feira (5), durante a sessão ordinária os deputados estaduais devem analisar  11 propostas. Dentre eles entra em votação O Projeto de Lei 85/2019, que suspende o porte de arma aos indivíduos que praticarem violência doméstica e familiar contra a mulher no Estado, pauta de autoria do deputado Marçal Filho (PSDB).

 

Já em segunda proposta é de autoria do Poder Executivo. Trata-se do Projeto de Lei 210/2019, que altera, acrescenta e revoga dispositivos da Lei  3.808, de 18 de dezembro de 2009, que dispõe sobre os requisitos para o concurso público para o ingresso nos Cursos de Formação das Carreiras de Oficiais e Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso do Sul (PM-MS), e dá outras providências. A proposta obteve pareceres favoráveis por unanimidade da Comissão de Serviço Público, Obras, Transporte, Infraestrutura e Administração, e da Comissão de Finanças e Orçamento.

 

Em primeira discussão estão previstas duas matérias elaboradas no Poder Legislativo. O Projeto de Lei 268/2019, de autoria do deputado Renato Câmara (MDB), que altera dispositivos da Lei 5.228, de 16 de julho de 2018, que designa o Ipê-Amarelo como a árvore símbolo do Estado de Mato Grosso do Sul, e o Projeto de Lei 223/2019, de autoria do deputado Herculano Borges (Solidariedade), que estabelece normas para a construção de quadras poliesportivas em escolas estaduais e demais espaços esportivos e de lazer, no Estado e dá outras providências. Os dois projetos receberam pareceres favoráveis da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

 

Em Redação Final deve sera analisado o Projeto de Resolução 118/2019, de autoria da Mesa Diretora (2019-2021), que institui o Diploma de Honra ao Mérito Legislativo, a ser concedido aos membros da Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso do Sul, em comemoração aos “40 anos do Parlamento Sul-Mato-Grossense”.

 

Em discussão única. De autoria do deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB), presidente da Casa de Leis, e do deputado estadual Evander Vendramini (PP), o Projeto de Resolução 123/2019, que concede o Título de Cidadão Sul-mato-grossense. Já os Projetos de Resolução 120/2019,125/2019, 126/2019, 129/2019 e 130/2019 concedem a Comenda do Mérito Legislativo, e são de autoria dos deputados Renato Câmara, Antônio Vaz (Republicanos), Cabo Almi (PT), Felipe Orro (PSDB) e Lidio Lopes (PATRI), respectivamente. Todas estas propostas foram consideradas constitucionais pela CCJR.

Fonte:

Adriana Ximenes
Capital News