Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email
Share on google
Share on whatsapp

Morre empresário que levou seis tiros em corredor de hospital

Não resistiu. O empresário Daniel de Sá Freitas, 20, que foi perseguido e atingido por pelo menos 6 tiros à queima-roupas dentro do Hospital Vale do Guaropé, na cidade de Pontes e Lacerda, na madrugada do último dia 25 de agosto, morreu nesta quarta-feira no Hospital Regional de Cáceres, para onde havia sido levado após o crime..
Após mais de duas semanas do caso, ainda não há informações precisas sobre a linha de investigação e também não houve registro de prisão ou identificação do suspeito, que atirou em Daniel, com um capacete.

A Polícia Civil descartou que o caso se trata de uma tentativa de roubo, versão que foi cogitada inicialmente após a vítima, que dirigia um Celta acompanhado de uma mulher, ter sido abordada por dois motociclistas.

Delegado Carlos Augusto do Prado Bock, afirmou que trabalha com 3 hipóteses de investigação. Toda a ação foi gravada por câmeras do circuito interno de segurança do hospital. Daniel estava acompanhado da esposa e pouco antes de ser alvejado, buscou abrigo no hospital da Cidade dizendo que ambos tinham acabado de sofrer uma tentativa de assalto.

Fonte;

Redação 24 Horas News | 05/09/2018