Home Políciais Pescador vira bote cheio de peixes para escapar da PMA

Pescador vira bote cheio de peixes para escapar da PMA

0



A Polícia Militar Ambiental prendeu ontem à noite, em Corumbá, a 426 quilômetros de Campo Grande, dois homens que pescavam ilegalmente no rio Paraguai. Para escapar do flagrante, um dos suspeitos virou o próprio barco com uma geladeira recheada de pescado. Ele quase se afogou e precisou ser socorrido pelos policiais. Os dois ainda foram multados em R$ 2.380.

 

De acordo com a PMA, a fiscalização foi realizada no período noturno, horário em que os pescadores clandestinos costumam agir. Durante o policiamento, a equipe se deparou com dois barcos, cada um com um homem. Acreditando que seria preso, o pescador de 33 anos virou a própria embarcação. Porém, foi atingido pela geladeira e só não afundou por causa dos policiais.

 

Os materiais afundaram e o bote com o motor não foram mais encontrados. A PMA conseguiu recolher uma saca com cinco quilos de peixes, antes que afundasse. Vários exemplares encontrados apresentavam-se abaixo da medida permitida pela legislação.

 

O outro pescador, de 38 anos, não reagiu à abordagem. Com ele foram apreendidos um isopor com 44 quilos de pescado, dentre os quais vários exemplares abaixo da medida permitida, além do barco e motor de popa. Boias e outros petrechos também foram recolhidos.

 

Os dois pescadores profissionais, residentes em Corumbá, receberam voz de prisão e foram encaminhados à delegacia de Polícia Federal de Corumbá, onde foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca predatória.

 

Eles poderão sair depois de pagarem fiança. A pena para o crime é de um a três anos de detenção. A PMA também aplicou multa total de R$ 2.380 contra os dois. O pescado apreendido será doado para instituições filantrópicas depois de periciado.

 

Fonte:Midiamax/ Camapuã News

Deixe Sua Opinião ! Aviso: As opiniões São de Inteira Responsabilidade dos Autores e não representam a opinião do site Bela Vista MSNEWS. É Vedada a inserção de comentários violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, apos identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.