Home Noticias SECRETARIO ESTADUAL DE SAÚDE FAZ AMEAÇAS ANTES DE PAGAR SERVIDORES DO HR...

SECRETARIO ESTADUAL DE SAÚDE FAZ AMEAÇAS ANTES DE PAGAR SERVIDORES DO HR DE PONTA PORÃ

0

O secretário estadual de saúde Geraldo Resende fez declarações em tom de ameaças antes de pagar os salários em atraso dos trabalhadores do Hospital Regional de Ponta Porã, conforme conversa registrada em rede social whatsapp sem data, Resende disse que se continuassem as greves, as rescisões seriam pagas somente entre 6 a 10 anos na Justiça Trabalhista. O secretário afirmou que os servidores terceirizados não poderiam ser manipulados a fazer terror contra o Estado, sendo que os entraves burocráticos de outrora eram de responsabilidade da Gerir, organização social que mantinha convênio pela manutenção do hospital.Foi somente após este impasse que o governo do Estado e a Secretaria de Estado de Saúde (SES) depositaram o pagamento dos salários referentes ao mês de fevereiro diretamente na conta dos trabalhadores e prestadores de serviços do Hospital Regional de Ponta Porã. Entre vencimentos, férias, rescisões e prestação de serviços, o montante chegou a R$ 1.518.262,16.

Com a indução do procurador do Trabalho Jeferson Pereira e o promotor de Justiça do Ministério Público Estadual Gabriel da Costa Rodrigues, a decisão de pagar diretamente aos colaboradores do Hospital foi tomada após o governo do Estado decidir pela rescisão do contrato com a Organização Social (O.S) Instituto Gerir, que administrava o Hospital Regional de Ponta Porã “Dr. José Simone Netto” desde 2016. O Gerir vem enfrentando ações judiciais em outras regiões do país e poderia, caso recebesse os repasses do governo de MS, ter os valores bloqueados judicialmente.

Fonte http://mgsnews.com.br
Deixe Sua Opinião ! Aviso: As opiniões São de Inteira Responsabilidade dos Autores e não representam a opinião do site Bela Vista MSNEWS. É Vedada a inserção de comentários violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, apos identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.