Jovem é presa suspeita de matar o chefe (imagens fortes)

A suspeita de assassinar o empresário Antônio Delani foi presa em Guaratuba, no Litoral do Estado. O crime aconteceu no dia 23 de novembro, no escritório da vítima.

Assassinato: Empresário é assassinado no Cajuru e ex-funcionária é a principal suspeita

Delani, que tinha 72 anos, foi asfixiado e morto com pelo menos três estocadas nas costas. O crime foi registrado pelas câmeras de segurança do estabelecimento, o que permitiu a identificação da suspeita.

A mulher, de 28 anos, foi funcionária da vítima e, de acordo com o delegado responsável pelas investigações, Cássio Conceição, desviou cerca de R$ 40 mil da empresa. Além disso, ela não teria pago uma moto dada por Delani, que pegou o veículo de volta e deixou a mulher contrariada.

O delegado informou que a mulher saiu do litoral em direção a Curitiba na véspera do crime. “A intenção era matar e posteriormente roubar [Delani]. A gente tem provas conclusivas dentro dos autos, inclusive de outras testemunhas, de que a intenção dela era matar e posteriormente roubar a vítima”, afirmou o delegado. Depois do crime, a mulher fugiu com o celular e uma pistola do empresário.

“É uma moça extremamente agressiva, inclusive para contê-la no momento da prisão, deu trabalho para a equipe policial. O próprio vídeo da ação já demonstra o perfil psicológico da autora”, disse Conceição. “Em hipótese alguma a vítima imaginava que a autora poderia cometer um ato delituoso dessa forma. Inclusive pelas imagens colhidas no local fica evidente a demonstração de confiança que a vítima tinha na autora, ele subindo a escada e ela já com o estoque na mão escondida e já começou a esfaquear a vítima pelas costas, depois asfixou a vítima no sofá”.

 

Fonte;Massa News/03/12/2018

Deixe Sua Opinião ! Aviso: As opiniões São de Inteira Responsabilidade dos Autores e não representam a opinião do site Bela Vista MSNEWS. É Vedada a inserção de comentários violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, apos identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *