Era Digital chega a Dourados com lançamento da nova programação da TVE Cultura

Emissora pública de MS apresentará suas mais de 150 horas de programação regional em ato que marca o desligamento do sinal analógico na segunda maior cidade do Estado

 

A TVE Cultura lança às 9h30 desta quarta-feira (5) em Dourados sua nova programação, composta por mais de 150 horas de produções regionais próprias e elaboradas por parceiros e que vai ao ar até 5 de abril de 2019. O evento, realizado na Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) também marca o desligamento do sinal analógico na segunda maior cidade do Estado, atendendo ao marco regulatório da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Por determinação do governador Reinaldo Azambuja, a migração foi antecipada e desde 14 de agosto o sistema digital da emissora pública de Mato Grosso do Sul está disponível na região do município, pelo canal 13.1.

 

O governo federal estabeleceu datas para municípios em diferentes regiões terem o sinal analógico direcionado para TVs desligado. Em Campo Grande e Terenos, a primeira data seria 14 de agosto, porém, diante da falta de adesão da população à aquisição dos receptores digitais, o prazo foi prorrogado até o fim de outubro. Como a TVE Cultura já havia preparado sua migração para o novo sistema, nesse período, manteve a transmissão dos dois sinais. Além disso, antecipou para agosto a meta na Grande Dourados, que recebeu os sinais analógico e digital da emissora.

 

“Quando você tem esses avanços tecnológicos, sai da TV analógica para a digital, além de melhorar a qualidade do sinal, também tem de levar ao usuário uma programação de qualidade”, afirmou Reinaldo Azambuja. O governador destacou que o processo de migração foi fruto de parceria entre a Fertel (Fundação Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul) e a Claro/Embratel, sem custos para a instituição pública, ao mesmo tempo que outros acordos com entidades da sociedade civil, como a TV Cultura de São Paulo, o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) e universidades também fortalecem o conteúdo veiculado pela emissora.

 

O conteúdo regional foi reforçado no processo de digitalização, trazendo produções da própria TVE, como o jornalístico Panorama MS, e destacando programas como o Giro do Esporte e atrações focadas na arte e cultura de Mato Grosso do Sul; bem como material veiculado atrás de parcerias. É o caso de Guateka: com direção de Thiago Rotta e as digitais da Plug Produções, a ficção de cinco episódios retrata justamente a região de Dourados na visão do Bro’s MCs, grupo de rap guarani-kaiowá que tem suas impressões sobre o cotidiano, incluindo a pobreza e os conflitos por terra, retratadas no audiovisual.

 

“A digitalização do sinal da TVE Cultura pode ser considerada um novo marco na história da Rádio e Televisão Educativa do Estado, comparável à sua criação em 1984, ao início da produção própria ou à interiorização, que será intensificada com a nova tecnologia. Em breve, chegaremos a mais 12 municípios no sistema digital, que dá mais qualidade às transmissões, e depois a mais de 24 milhões de lares na América do Sul, com as transmissões pelo satélite StarOne C2, levando o melhor de Mato Grosso do Sul a 70 milhões de pessoas”, destacou Bosco Martins, diretor-presidente da Fertel.

 

“Agradecemos à presidente da Aced, a empresária Elizabeth Salomão, e ao tesoureiro Domingos Ventorini, por colaborar com esse evento que entrará para a história da radiodifusão estadual”, complementou. Durante o evento, serão apresentados os programas que compõem a nova grade da TVE Cultura.

Deixe Sua Opinião ! Aviso: As opiniões São de Inteira Responsabilidade dos Autores e não representam a opinião do site Bela Vista MSNEWS. É Vedada a inserção de comentários violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, apos identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *