Vereador é cassado após mentir para conseguir seguro de carro em MS

Réu em um processo de estelionato e acusado de mentir e tentar induzir a polícia para receber indenização de seguro de um veículo, o vereador Paulo Sérgio Pucheta (PR), o Paulinho Pucheta, foi cassado pela Câmara Municipal de Caracol. Assume a vaga no legislativo agora o suplente Luiz Jarson (PR).

Conforme o presidente da Casa de Leis, vereador Douglas Vilalba (PPS), o processo de estelionato na cidade de Jardim acarretou em uma denúncia na Câmara. Os vereadores confirmaram a cassação por seis votos a favor e três contra pela confirmação do Parecer Final da Comissão Processante 001/2018 que comprovou a quebra de decoro parlamentar do vereador.

Ainda segundo o presidente da Câmara, quatro mandados de segurança foram impetrados pelo vereador cassado tentando reverter a situação, mas nenhum aceito. Com a confirmação da cassação e a comunicação à Justiça Eleitoral, o vereador está enquadrado como ficha suja e não pode concorrer a cargos eletivos pelo prazo de oito anos, nos termos da Lei da Ficha Limpa.

OUTRO LADO – Procurado pela reportagem do Portal Correio do Estado, o vereador cassado Paulinho Pucheta alega que foi vítima de complô político na cidade e irá recorrer mais uma vez à decisão com um mandado de segurança.

“Fizeram uma arbitrariedade contra mim, não tem procedimento, foi uma politicagem. Foi injusto. Vou recorrer com certeza”, afirmou.

CORREIO DO ESTADO/09/07/2018

Deixe Sua Opinião ! Aviso: As opiniões São de Inteira Responsabilidade dos Autores e não representam a opinião do site Bela Vista MSNEWS. É Vedada a inserção de comentários violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, apos identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *