Homem de 50 anos é preso em flagrante após esfregar pênis em bebê de três meses no colo da mãe

TARADO COVARDE – A Polícia Militar (PM) prendeu em flagrante, Carlos Eduardo Fortes da Silva, de 50 anos, um “velho conhecido da Polícia”, com ao menos sete antecedentes pelos mesmos crimes: assédio e abuso sexual. Agora é foi acusado de cometer um dos crimes de violência sexuais mais absurdos, covardes e nojentos dos últimos tempos em Várzea Grande (Grande Cuiabá), esfregar o pênis em um bebê de apenas três meses de vida. Pior: a criança estava no colo da mãe.

As vítimas, segundo a PM, foram um bebê e uma senhora idosa. A prisão do tarado aconteceu dentro de um coletivo que faz a Linha 21, Princesa do Sol-Cuiabá, na manhã desta quarta-feira, 10, em Várzea Grande.

Carlos Eduardo, segundo testemunhas contaram aos policiais militares que atenderam a ocorrência, estupidamente esfregou seu  órgão genital em um bebê e ainda apertou as nádegas de uma idosa.

Presos em flagrante pela PM, Carlos Eduardo negou as acusações, mas acabou sendo  transferido para a sede da Central de Flagrantes de Várzea Grande, para ser autuado em crime de assedio sexual.

Carlos Eduardo ainda tentou fugir para se livrar do flagrante, mas foi o  próprio motorista do ônibus que o impediu de deixar o coletivo até a chegada da Policia Militar.

DENUNCIADO – Foram as próprias vítimas que denunciaram Carlos Eduardo. A mãe do bebê molestado confirmou aos policiais que ele (Carlos) estava esfregando o órgão genital dele na filha dela de apenas três meses de vida.

Para complicar ainda mais a vida de Carlos Eduardo, uma senhora de 61 anos, que também viajava no mesmo ônibus, também confirmou que foi molestada, afirmando que ele estava apalpando passou nádegas dela no momento em que ela passava pela catraca do coletivo.

O ato selvagem de Carlos Eduardo também revoltou os passageiros do ônibus, que testemunharam qos abusos que ele estava cometendo na maior cara de pau, como se não tivesse ninguém ao lado dele.

VELHO CONHECIDO – Apesar de negar as acusações, Carlos Eduardo, na realidade é um “velho conhecido da Polícia” em se tratando de crimes de abusos sexuais.

Segundo a Políciaq Civil (PC), Carlos Eduardo tem nada mais, nada menos que sete antecedentes criminais pelos mesmos crimes:  assédio sexual cometidos, segundo a Polícia, desde 2014 até 2016, quando deu uma desaparecida.

Fonte;24;horasNews/10/10/2018

Deixe Sua Opinião ! Aviso: As opiniões São de Inteira Responsabilidade dos Autores e não representam a opinião do site Bela Vista MSNEWS. É Vedada a inserção de comentários violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, apos identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *