Professora fica desacordada ao levar soco de aluno em sala de aula

Uma professora foi agredida na noite de quarta-feira (31) na Escola Estadual Dr. Thomaz Alberto Whately, em Ribeirão Preto (SP), depois de chamar a atenção de um aluno.

O jovem apontado pelas agressões é um estudante de 17 anos que, segundo ela, tinha sido advertido sobre o desinteresse pela aula quando ela se recusou a dar um visto em seu caderno de atividades.

A docente, que prefere não ser identificada, afirma que chegou a desmaiar após levar um chute na perna e um soco no rosto.

Segundo a Diretoria Regional de Ensino, o aluno e a professora foram levados à delegacia, onde foi registrada a ocorrência.

A entidade repudiou o ato de violência e informou que medidas disciplinares contra o estudante estão sendo avaliadas.

‘Falei que não ia vistar o caderno’

A vítima conta que as aulas do período noturno na escola localizada nos Campos Elíseos estavam próximas do fim quando o aluno pediu para ela dar um visto em seu caderno.

“Foi um aluno que durante a aula inteira eu vim chamando atenção. Ele estava atrapalhando o rendimento da aula, não produziu nada e eu falei que não ia vistar o caderno dele”, conta.

Em seguida, relata que o jovem se irritou e que foi xingada por ele. “Pedi para que ele se encaminhasse até a direção da escola pelo desacato, ele saiu batendo a porta da sala.”

A professora afirma que saiu da sala atrás do aluno pelo corredor, momento em que ele a desafiou, segundo ela. “Chegando próximo à sala dos professores, eu estava atrás dele, ele estava na minha frente esse aluno voltou-se contra mim, veio me peitando.”

Um inspetor de alunos viu a situação e tentou intervir, mas não conseguiu evitar que o aluno agredisse a professora, conta a docente.

“Num momento de reação, empurrei ele pra se afastar de mim, o inspetor de alunos já veio pra separar que viu que algo pior poderia acontecer, mas não deu tempo, o aluno veio já com primeiro ele me deu um chute na perna e depois um soco no rosto. Nisso eu vim a cair no chão já desacordada”, lembra.

Na tarde desta quinta-feira (1º), a professora fez exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). A sensação depois de ter sofrido a agressão é de impotência, afirma.

“Nunca tinha passado por essa agressão física, a gente sabe que isso é muito comum, a gente vê entrevistas, vê notícias, na escola que dou aula já aconteceu algumas vezes, mas agressão verbal.”

Diretoria Regional de Ensino

A Diretoria Regional de Ribeirão Preto, ligada à Secretaria de Estado da Educação, informou que uma equipe da Ronda Escolar foi acionada imediatamente, além dos responsáveis pelo aluno envolvido.

“Todos foram conduzidos até a delegacia para prestar depoimentos. Um Boletim de Ocorrência foi registrado e a professora fez exame de corpo de delito. Uma apuração foi aberta pela Diretoria de Ensino de Ribeirão Preto e o Conselho de Escola se reunirá para avaliar o caso e estudar medidas disciplinares”, comunicou.

A pasta também comunicou que um professor mediador vai acompanhar o caso e reforçar ações para evitar conflitos na escola.

Fonte;

G1 | 02/11/2018
Deixe Sua Opinião ! Aviso: As opiniões São de Inteira Responsabilidade dos Autores e não representam a opinião do site Bela Vista MSNEWS. É Vedada a inserção de comentários violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, apos identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *