23/09/2021

André, filho e advogado seguem presos e aguardam decisão de habeas corpus

O ex-governador André Puccinelli (MDB), o filho André Puccinelli Júnior e o advogado João Paulo Calves, presos na sexta-feira passada pela Polícia Federal, em Campo Grande, aguardam decisão do habeas corpus ingressado ontem pelos advogados Renê Siufi e André Borges.

O recurso será analisado hoje (24) pelo desembargador Paulo Fontes, da 5ª Turma do Tribunal Regional Federal (TRF-3). A expectativa era de que o trio saísse do Instituto Penal, no Complexo Penitenciário do Jardim Noroeste, ainda ontem (23).

O grupo responde por crimes contra a administração pública e lavagem ou ocultação de bens oriundos de corrupção. As prisões foram cumpridas em desdobramentos da Operação Papiros de Lama, quinta fase da Operação Lama Asfáltica, que apura fraudes em licitações e desvio de recursos públicos.

A PF afirma que, mesmo depois da prisão do ano passado, André continuava a operar esquema de lavagem de dinheiro, junto com o filho e João Paulo, utilizando o Instituto Ícone como ferramenta.

Segundo recurso de habeas Corpus, os advogados Rene Siufi e André Borges consideram as medidas  da prisão “absurdas”, e defendem que André e os demais foram alvos de constrangimento ilegal e que as operações financeiras do Instituto Ícone eram todas lícitas. Eles consideram também caráter político das prisões ocorridas às vésperas de convenções partidárias, uma vez que André é pré-candidato ao Governo do Estado pelo MDB

Fonte;CORREIO DO ESTADO -/ André Puccinelli já foi alvo três vezes da Polícia Federal. – Foto: Bruno Henrique/Arquivo/Correio do Estado/24/07/2018

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter