19/10/2021

Após um trabalho de inteligência da Narcótica da Policia Nacional,detectar plantações da droga na região de fronteira

Agentes da Narcótica da Polícia Nacional do Paraguai em Pedro Juan Caballero realizam destruição de plantio de Maconha e queima de acampamentos precários na região de fronteira com o estado do Mato Grosso do Sul.

Após um trabalho de inteligência da Narcótica da Policia Nacional, comandado pelo comissário Rutilio Ramirez, detectar plantações da droga na região da colônia Chiriguelo, situado a uns 35 kilomteros da fronteira, agentes da Narcóticos da Polícia Nacional do Paraguai em Pedro Juan Caballero, realizaram na manha de sexta feira (15) o corte de seis hectáreas de plantío de Maconha pronta para a colheita e queimaram dois acampamentos utilizados como depósito com 300 kilos da droga e utensílios utilizados para preparar as cargas de Maconha, cargas estas que segundo o promotor de justiça Armando Cantero Fassino seriam introduzidas via a fronteira aos estados brasileiros.

Segundo informações, o serviço de inteligência da Narcótica na região de fronteira tem realizado de forma continua aos locais de plantio da droga, que passa a ser monitorado para a realização dos trabalhos de destruição na época de colheita, visando assim causar uma maior perda econômica ao narcotráfico que busca se instalar nesta parte do país na fronteira com o estado do Mato Grosso do Sul.

O combate ao narcotráfico conta com o apoio da SENAD (Secretaria Nacional Antidrogas) e da Polícia Federal brasileira que repassa informações importantes as autoridades paraguaias que culmina na localização dos plantios de drogas realizadas pelos integrantes de facções criminosa brasileiras nas proximidades das cidades paraguaias de Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã, Capitan Bado na fronteira com Coronel Sapucaia, colônia Estrella na fronteira com Antônio João e Bella Vista Norte na fronteira com Bela Vista, onde os plantios estão localizados de 15 a 30 kilometros que após detectados pelos serviços de inteligências são monitorados para a destruição.

Fonte:PoraNews

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter