23/09/2021

Bolsonaro já definiu pelo menos nove candidatos aos ministérios

O candidato à Presidência da República do PSL, Jair Bolsonaro, tem nomes de futuros ministros para pelo menos nove dos 15 ministérios que prometeu, caso eleito. Além de Paulo Guedes, para pasta de Economia, que reuniria Planejamento e Fazenda, o esboço da Esplanada conta com dois generais da reserva do Exército e um astronauta. A informação é do jornal A Folha de S. Paulo.

A ideia de Bolsonaro é reduzir os atuais 29 ministérios para apenas 15. O preferido para chefiar a Casa Civil é o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que seria responsável pela relação do Executivo federal com o Legislativo. No mento, essa responsabilidade pertence à Secretaria de Governo da Presidência da República.

Seguindo a lógica do candidato, Educação, Cultura e Esportes estariam juntos e seriam comandados pelo ex-professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Stavros Xanthopoylos. Na saúde, um dos preferidos é Henrique Prata, presidente do Hospital do Câncer de Barretos. No transportes, Bolsonaro tem preferência por Osvaldo Ferreira, general quatro estrelas da reserva.

Ainda segundo a reportagem, o segundo general da reserva é Augusto Heleno, que ficaria responsável pelo Ministério da Defesa. O oficial reformado é é próximo da família de Bolsonaro e com o grupo que participa da campanha em Brasília: ele chegou a ser convidado para ser vice do deputado federal, mas seu partido à época, o PRP, o proibiu, levando Heleno a se desfiliar da sigla.

 

Jornalista: Rafaela Benez

Fonte: Metrópoles/09/10/2018
Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter