18/10/2021

Cid Fideles, irmão do assessor Ciro Fidelis, recebeu em cinco mais de R$ 50 mil

Eleito com o discurso de nova política, o deputado Loester Trutis (PSL) usou da cota parlamentar da Câmara o total de R$ 232.262,50.

Desse valor, Trutis, que se engrandecia por não usar verba pública para publicidade até uns meses atrás, pagou o total de R$ 63.650,00  para divulgação de atividade parlamentar a Cid Nogueira Fidelis.

Cid Fidelis é irmão do assessor legislativo de Trutis, o ‘Ciro Fidelis’, que, inclusive,  teve a campanha de candidato a vereador em Campo Grande apoiada pelo deputado, mas mesmo assim não conseguiu nem 700 votos. O motorista também foi indiciado pela Polícia Federal por participar de falsa comunicação  e simulação de atentado.

Cid, que tem CNPJ, emitiu notas de prestação de serviços como vídeos, produção de publicidade e conteúdo sobre o mandato, vinhetas e conteúdo para redes sociais.

As notas divulgadas são de serviços prestados de janeiro a maio. Janeiro, fevereiro e março com divulgação de atividade parlamentar a  R$ 10.400.

Em abril o gasto foi de R$ 16.250,00 e maio R$ 17.950,00 com R$ 16.200,00 para Cid Fidelis e R$ 1.750,00 para Liderlandio Barbosa Eireli.

No somatório de 2021, Cid Fidelis levou a bagatela de R$ 63.650,00 pela divulgação parlamentar. Porém, no mês de abril, não houve a inserção de nota fiscal no Portal da Transparência com a justificativa de que “o comprovante de despesa não foi publicado no portal da Câmara dos Deputados porque o gabinete parlamentar ou a liderança partidária declarou que o mesmo contém informações relativas à intimidade, vida privada, honra ou imagem de pessoa física.”

Lembrando que, com consultorias, pesquisas e trabalhos técnicos de janeiro até o momento foram gastos R$ 76.000,00.

(Justificativa do mês de Abril pela falta de nota fiscal do serviço prestado por Cid. Foto: Portal da Transparência)

 

Fonte:Alvorada Informa

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter