30/11/2021

Com calcinha recheada de dinheiro falso, mulher é presa quando aplicava golpe

Nesta quarta-feira (19) quatro pessoas foram presas por associação criminosa e estelionato, depois de uma mulher de 44 anos tentar passar uma nota falsa de R$ 100 em uma lotérica na região central de Campo Grande.

Informações da Polícia Civil são de que na tarde de quarta (19), Beatriz Tagarro da Silva foi até uma lotérica na região central da Capital e tentou pagar um boleto com o dinheiro falso, mas a funcionária do local percebeu e chamou a polícia.

Inicialmente, ela contou que teria recebido o dinheiro do ex-marido, para o pagamento de pensão. Mas, depois acabou caindo em contradição. Ela foi levada para a delegacia e lá foram encontradas mais 22 cédulas de dinheiro falso na calcinha.

O ex-marido da mulher, José Paulo da Silva, de 55 anos, foi localizado em sua casa e acabou entregando o resto do grupo. Foram presos Falker Jesus de Oliveira, de 20 anos, que seria o cabeça. Falker trabalhava em uma gráfica e fazia as falsificações.

Também foi preso Talisson Batista da Silva, de 21 anos, que fazia o papel de intermediador do grupo vendendo as notas. O grupo repassava o dinheiro falso no comércio de Campo Grande.

Com Falker foi encontrado mais R$ 2.500 em cédulas falsas, 9 munições calibre 9mm, um simulacro e três cápsulas deflagradas de calibre 38. Eles serão autuados por associação criminosa e estelionato.

Fonte;Midiamax/21/09/201/