24/07/2021

Em Bela Vista Trabalhador procura polícia para denunciar trabalho escravo em carvoaria

Foto: Divulgação

Um trabalhador registrou nesta terça-feira (16) em Bela Vista (MS), um boletim de ocorrência denunciando que trabalhava em condições precárias em uma carvoaria em uma fazenda do município. A vítima disse que foi contratada para trabalhar como operador de motosserra.

O trabalhador disse que no local, ele e outras pessoas ficavam em um acampamento sem energia elétrica e que recebiam uma água escura pra beber e para cozinhar, não tinham jornada de trabalho definida e que o empregador até comprava alimentos e gasolina, mas descontava nos salários.

Ainda segundo a denúncia, há 90 dias ele não recebia pelo serviço. Ele disse que todos estavam isolados no local e para registrar a ocorrência, teria fugido a pé. De acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT), essa é uma situação análoga à escravidão. O procurador do trabalho Jeferson Pereira disse que o procedimento seguinte deve ser instaurar um inquérito.

“Quando um trabalhador é submetido a condições degradantes, tanto a própria parte pode comunicar como o próprio órgão policial, que recebeu o boletim de ocorrência, pode encaminhar para o Ministério público para que seja instaurado um procedimento investigatório a fim de verificar essa irregularidade e tomar as providências”, explicou.

Trabalhador procura polícia para denunciar carvoaria

Trabalhador procura polícia para denunciar carvoaria

MSTV 2ª Edição – Campo Grande
Fonte:Por G1MS e TV Morena
Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter