26/10/2021

Exército leva blindados à EBC por “segurança de transmissão da posse”

O esquema de segurança organizado para a posse do presidente eleito, Jair Messias Bolsonaro (PSL), colocou, neste domingo (30/12), carros de combate do Exército na entrada da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), no início da Asa Sul. De acordo com o Estado-Maior, os veículos estão no local para “garantir a transmissão das imagens para o Brasil e o mundo”. No entanto, a determinação revoltou parte dos servidores da EBC.

Gilberto da Silva Brevilieri, chefe do Estado-Maior da 3ª Brigada de Infantaria Mecanizada, ligada ao Comando Militar do Palácio do Planalto, o local onde a sede da EBC está localizado em “um ponto sensível” para a segurança da posse de Bolsonaro. “Os carros são apenas mais um dos instrumentos que fazem parte do esquema de segurança como um todo”, completou o coronel.

Servidores da EBC, que desde a vitória de Jair Bolsonaro têm sido ameaçados com o fim da empresa pública, manifestaram-se contra a medida. A reportagem do Metrópoles conversou com ao menos três funcionários da empresa – eles falaram em condição de anonimato por medo de represálias. De acordo com os jornalistas, em nenhuma das posses presidenciais anteriores foi necessário a presença de militares na porta ou dentro da sede.

No fim início da noite deste domingo (30), o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), foi às redes sociais criticar a medida do futuro governo federal. Segundo ele, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) poderia garantir a segurança do local.

— Rodrigo Rollemberg (@RollembergPSB) 30 de dezembro de 2018

O Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal ainda não se posicionou sobre o tema. A reportagem tentou contato com representantes da entidade de classe.

(Aguarde mais informações)

Jornalista;

Larissa Rodrigues/Metrópoles/30/12/2018

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter