22/09/2021

Homem é preso ao espancar namorada e transmitir tortura em live do Facebook

Um homem foi preso depois de espancar e ameaçar sua namorada de morte, enquanto transmitia a série de agressões ao vivo via Facebook, no domingo (22). Chaichana Sirichart, 25 anos, trancou a jovem Kuldara Yeesaman, 24 anos, em seu apartamento, na Tailândia, e a torturou, alegando que estava sendo traído.

 

Nas imagens, o empresário tailandês aparece perguntando à namorada “quem era o seu companheiro secreto”, e a acusando de ter roubado dinheiro de sua empresa de investimentos para sustentar o amante.

 

A polícia afirmou que o agressor atacou a vítima por horas, e que objetos como cabo de vassoura e secador de cabelos foram encontrados cobertos de sangue no local.

 

Transmissão ao vivo da agressão à namorada

 

De acordo com informações do Mirror, o vídeo publicado na página de negócios financeiros do rapaz foi visto mais de um milhão de vezes – e compartilhado por outros canais. A gravação foi tão reproduzida, que chegou até a polícia.

 

Os oficiais explicaram que, após identificarem a localização do casal, passaram algum tempo negociando a libertação da mulher. Porém, devido à inflexibilidade de Sirichart, os oficiais precisaram invadir o apartamento.

 

Eles relataram que, assim que adentraram o local, renderam o agressor e levaram a vítima, que estava com cortes por todo o corpo, para o hospital. “Ela estava com cortes profundos e contusões no rosto, corpo e mãos, além de suspeitas de fraturas”.

 

Na delegacia, o homem disse ter agredido a namorada “por estar estressado com as dificuldades que sua empresa, a Global FX Investment, estava passando no momento”. Ele também disse ter “perdido o controle devido aos problemas com álcool e drogas”.

 

Segundo as investigações policiais, o empresário estava sendo perseguido por clientes depois de prometer retornos financeiros no comércio de câmbio internacional. O general de polícia de Bangkok, Wirachai Songmatta, comunicou que, apesar de Chaichana já ter sido interrogado, o departamento policial faria o procedimento novamente após ter sido comprovada a presença de substâncias ilícitas no corpo do rapaz no dia do feito.

 

“O suspeito está detido e as investigações continuam. Kuldara foi levada para o Hospital Nopparat Rajathanee, onde médicos ainda estão cuidando de seu quadro de saúde. Aguardaremos o parecer da equipe médica acerca dos abusos sofridos pela namorada de Chaichana para podermos definir a condenação do suspeito”, concluiu.

Fonte;Caaraponews/24/04/2018

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter