19/10/2021

Instabilidade no quadro de Covid-19 de Jamil Name impede transferência para hospital particular de Brasília

A instabilidade no quadro de Covid-19  que Jamil Name, de 82 anos, vem apresentando está impedindo a transferência para uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de Hospital particular em Brasília.

Ele está internado desde o dia 31 de maio na UTI de um hospital particular em Mossoró (RN). Já no dia 2 de junho precisou ser intubado.

Últimas notícias

No dia 7 de junho, a defesa de Name conseguiu autorização do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para transferência entre UTIs para continuar o tratamento contra a Covid-19.

Na semana passada, Name foi extubado, mas precisou ser intubado novamente ontem (13), além de ser pronado (colocado de barriga para baixo).

Segundo informado pela defesa, o advogado Tiago Bunning não há condições de transferência no momento.

“No momento não há condição clínica para isso. Estamos aguardando estabilizar para realizar a transferência”, explica.

Histórico  

Jamil Name foi preso no dia 27 de setembro de 2019, na Operação Omertà, sendo acusado como chefe de milícia e responsável por uma série de assassinatos em Mato Grosso do Sul.

No dia 30 de outubro do mesmo ano, foi transferido para o Presídio Federal de Mossoró.

Conforme informado por Bunning, os advogados já tentaram mais de 20 pedidos de prisão domiciliar para Name, se for contabilizada todas as instâncias, mas foram negados. No entanto, a defesa segue tentando.

Fonte:Correio do Estado

 

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter