01/12/2021

Jovem soldado morre com choque na torre de energia

O soldado do Exército, Peterson Gustavo Medina da Silveira, de apenas 19 anos, morreu eletrocutado na tarde desta sexta-feira, enquanto tentava instalar um “equipamento de comunicação” na região de Porto Morrinho, distante 70 quilômetros de Corumbá, a quase 500 quilômetros da Capital. A região fica entre a BR-262 a às margens do rio Paraguai

O jovem servia na 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, em Corumbá, na Companhia de Comunicações. O acidente ocorreu durante ações da Operação Ricardo Franco, desencadeada entre a fronteira de Mato Grosso do Sul com a Bolívia pela corporação.

Na nota encaminhada pelo exército não há especificações sobre que tipo de equipamento o jovem instalava, mas informou que a peça era colocada em um torre de transmissão de energia, quando ocorreu o choque.

Mas a seção de comunicação social da brigada informou que foram prestados todos os primeiros socorros a vítima e o Corpo de Bombeiros também foi acionado, mas o soldado não resistiu e morreu no local.

O Comando do Exército também determinou a instauração de inquérito policial militar para apurar as circunstâncias e as responsabilidades pelo acidente e disse que está prestando todo o apoio aos familiares do militar. “Neste momento de luto, o Exército Brasileiro se solidariza com os pais, familiares, companheiros e amigos do soldado Medina, que morreu no cumprimento do dever”, diz o comunicado oficial, encaminhado ao Diário Corumbaense.

OPERAÇÃO

A Operação Ricardo Franco é uma espécie de estágio em que soldados, alunos de todas as especialidades em especial de Engenharia, acompanhados por superiores, colocam em prática conhecimentos para solucionar e apresentar projetos nas organizações militares.

Fonte;Diario Corumbaense/24/11/2018