21/09/2021

Justiça apreende material de campanha citando Lula em MS

O Juiz da 33ª Zona Eleitoral de Mundo Novo, Guilherme Henrique Berto de Almada, acatou a representação da Promotora de Justiça Eleitoral, Karina Ribeiro dos Santos Vedoatto e determinou a apreensão de materiais de campanha com a inclusão do nome do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, cujo registro de candidatura foi indeferido pelo Tribunal Superior Eleitoral.

De acordo com os autos, o Ministério Público Eleitoral recebeu a denúncia de que os candidatos Alisson Thiesen Biazussi, Vander Luiz dos Santos Loubet, José Orcírio Miranda dos Santos, Mario Cesar Fonseca da Silva e Humberto Carlos Ramos Amaducci estavam realizando, na 33ª Zona Eleitoral de Mundo Novo, propaganda eleitoral irregular, consistente na entrega de “santinhos” nos quais, além do nome dos candidatos aparece o nome do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva como o candidato ao cargo de Presidente da República, em total afronta à decisão do TSE.

Ainda, de acordo com a denúncia, além de Mundo Novo, os materiais irregulares foram distribuídos nas demais localidades que integram a 33ª Zona Eleitoral como Japorã, Distrito de Jacarei, Sete Quedas e Tacuru.

Diante dos fatos, a Promotora de Justiça Eleitoral solicitou a retirada imediata de circulação e apreensão do material de campanha nos Comitês da Coligação e/ou em posse de seus candidatos, além dos que estivessem em poder dos cabos eleitorais, apoiadores e simpatizantes em vias de serem distribuídos nas ruas ou colocados nas caixas de correios das residências que integram a 33ª Zona Eleitoral.

O Juiz Eleitoral deferiu o pedido e foram apreendidos seis pacotes de papel craft contendo materiais impressos e santinhos; quatro caixas contendo materiais e santinhos; quatro banners e uma placa em material plástico.

Fonte;Da Redação/MPE/Foto;Divulgação/28/09/2018

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter