01/12/2021

Justiça nega pedido de indenização a Patricia Abravanel contra Ricardo Saud

 

 

ricardo-saud-divulgacao

A Justiça de São Paulo negou pedido da apresentadora de TV Patrícia Abravanel de indenização por danos morais por ela ter sido citada na delação premiada do ex-executivo da J&F Ricardo Saud.

Na delação, Saud afirmou que Patrícia participou de um jantar para negociação de propina para o marido, o deputado federal Fábio Faria (PSD-RN).

Patrícia entrou na Justiça pedindo indenização por danos morais de R$ 300 mil contra Saud.

Os advogados de Patrícia argumentaram que não houve conversa sobre propina durante o jantar e que a delação de Saud é caluniosa.

Mas o juiz Francisco Shintate, da 5ª Vara Cível de São Paulo, negou o pedido de indenização da apresentadora.

Na decisão, o magistrado afirmou que não houve ofensa à apresentadora porque o delator não fez nenhuma acusação direta a ela.

A reportagem não conseguiu contato com a defesa de Patrícia Abravanel.