23/09/2021

Mega operação prende 70 pessoas em Dourados e pistoleiro procurado

Uma mega operação da Policia Civil com o apoio da Policia Militar prendeu cerca de 70 pessoas em Dourados no último sábado. De acordo com o delegado da Delegacia Regional, Lupersio Degerone é a maior ação da instituição nos últimos 10 anos. No total, foram 69 mandados de prisão cumpridos e 11 prisões em flagrante.

Alguns dos detidos tinham vários mandados em aberto por crimes diversos. Dentre os presos está um paraguaio procurado há mais de 20 anos, considerado de altíssima periculosidade e pistoleiro profissional. Ele é tido como principal suspeito da morte do fazendeiro Luiz Brunetto, de 62 anos que foi executado a tiros e o corpo encontrado no último dia 20 nas proximidades do Posto Capey da Polícia Rodoviária Federal em Ponta Porã. Recai sobre o detido a acusação de pelo menos cinco homicídios, mas a polícia investiga a participação dele em outros assassinatos em Dourados e Ponta Porã.

Outro fato que também chamou a atenção durante a operação é a morte de um membro tido como “importante” de facção criminosa que tinha mandato de prisão em aberto. Ele teria recebido os policiais a tiros, que revidaram e mataram o faccionado, que estava sendo investigado por envolvimento em assassinato de policiais. O fato aconteceu em uma residência no bairro Altos do Alvorada. Na casa havia várias pessoas e duas foram presas.

Limpeza

A operação da Polícia Civil recebeu o nome de “Assepsia” que significa “limpeza” e teve o objetivo de cumprir mandados de prisão em aberto, coibir o tráfico de drogas, os roubos e homicídios. Os presos não tinham relação entre si.

Conforme o delegado regional, além dos 80 mandados de prisão cumpridos, foram fechados 8 pontos de venda de drogas e apreendidos mais de R$ 7 mil em dinheiro do tráfico, armas, além de 8 veículos, drogas e objetos que foram furtados da população nos últimos meses.

De acordo com Degerone, todo o material foi levado para a delegacia. A Polícia visa agora identificar as vítimas de furtos para que esses produtos possam ser devolvidos para a sociedade. Aparelhos de som, bicicleta, cadeiras, rodas de veículos, objetos de trabalho da construção civil foram algumas das apreensões.

Tráfico Formiguinha

Em relação a drogas aprendidas, a operação da Polícia Civil tirou de circulação drogas fracionadas e embaladas, já prontas para a comercialização; uma característica comum do tráfico nos bairros. Apesar de parecer pouca quantidade, os 500 gramas de cocaína e 3 quilos de maconha apreendidos dariam para produzir milhares de papelotes para serem distribuídos pelo “tráfico formiguinha”, segundo Lupersio Degerone.

Aparato policial

Participaram da ação mais de 140 policiais entre civis e militares, além do patrulhamento aéreo do helicóptero da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). Cães farejadores da Polícia Militar também foram utilizados. A ação também contou com importantes instituições como o Garras, Derf e Defron, além de policiais de Dourados e de delegacias subordinadas da Policia Civil como a de Maracaju, Rio Brilhante, Caarapó, laguna Carapã, Itaporã. Toda a operação foi comandada pelo delegado do Serviço de Investigações Gerais (Sig) Rodolfo Daltro, com o apoio da Delegacia Regional

Fonte;Douradosagora/07/05/2018

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter