24/06/2021

Morre de covid deputado estadual de MT contrário à obrigatoriedade da vacina

Deputado estadual do Mato Grosso Silvio Antônio Fávero.

Morreu de coronavírus na tarde deste sábado, dia 13, em Cuiabá, o deputado estadual do Mato Grosso Silvio Antônio Fávero, autor de um projeto de lei na Assembleia que procurava vetar a obrigatoriedade da vacina. Fávero tinha 54 anos e estava internado desde o último dia 4 com complicações pulmonares. A notícia do falecimento foi divulgada pela assessoria de imprensa do parlamentar em suas redes sociais.

“O quadro de saúde se agravou nesta madrugada chegando ao quadro de infecção generalizada’, informou o texto.

Um mês antes de ser internado com coronavírus, Fávero apresentou, na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, um projeto de lei que visava a permitir que cada cidadão pudesse optar pela sua vacinação contra a covid-19.

O texto apresentado, nas justificativas, afirmava: “O projeto visa também a evitar que a vacinação seja compulsória, eis que, atualmente, subsiste insegurança quanto à eficácia e eventuais efeitos colaterais das vacinas, onde apresentam um risco que, sem dúvida alguma, é irreparável, já que os efeitos a curto, médio e longo prazo da vacina são desconhecidos, a obrigatoriedade de ser vacinado se mostra inconstitucional, já que colocará vidas em risco’.

As informações contidas na justificativa do projeto são incorretas, já que as vacinas aprovadas para uso no Brasil pela Anvisa precisam comprovar segurança e eficácia. Apesar de ser contrário à obrigatoriedade dos imunizantes, o deputado também apresentou projetos com o objetivo de desburocratizar a compra de vacinas.

Bolsonarista, Fávero compartilhou em suas redes diversas frases do presidente da República contrárias a medidas de distanciamento social. Ele deixou a mãe, Angélica, a mulher, Katia, e três filhos: Gabriel, Gustavo e João Ricardo.

Fonte:MidiaMax