Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email
Share on google
Share on whatsapp

Motorista tenta se livrar de 32 kg de cocaína às margens da rodovia mas é preso pela PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na tarde desta quarta-feira (19) em Anastácio (MS) 32 kg cocaína.

A equipe realizava fiscalizações no km 472 da BR-262, quando deu ordem de parada a dois caminhões, um M.Benz/Ls, atrelado a um semirreboque, de placas de Igaraçu do Tiete (SP), e um M.Benz/Ls, placas de Igaraçu do Tiete (SP), tracionando um semirreboque de placas de Passos (MG).

Durante abordagem ao primeiro veículo, os policiais rodoviários federais observaram que o motorista do segundo caminhão saiu da cabine do veículo com um volume preto e jogado no matagal próximo ao acostamento onde veículo dele estava parado. Após verificar o que seria o volume abandonado, os agentes constataram que se tratava de 31 tabletes de cocaína, totalizando 32 kg do ilícito.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na tarde desta quarta-feira (19) em Anastácio (MS) 32 kg cocaína.

A equipe realizava fiscalizações no km 472 da BR-262, quando deu ordem de parada a dois caminhões, um M.Benz/Ls, atrelado a um semirreboque, de placas de Igaraçu do Tiete (SP), e um M.Benz/Ls, placas de Igaraçu do Tiete (SP), tracionando um semirreboque de placas de Passos (MG).

Durante abordagem ao primeiro veículo, os policiais rodoviários federais observaram que o motorista do segundo caminhão saiu da cabine do veículo com um volume preto e jogado no matagal próximo ao acostamento onde veículo dele estava parado. Após verificar o que seria o volume abandonado, os agentes constataram que se tratava de 31 tabletes de cocaína, totalizando 32 kg do ilícito.

O homem, de 49 anos, relatou ter pego a droga em Corumbá (MS) e a levaria até Bauru (SP), onde receberia R$ 7.000 (sete mil reais) pelo serviço de transporte. Ele disse ainda que o outro motorista, de 40 anos, não tinha conhecimento da presença do entorpecente, e que estariam viajando juntos pelo fato de terem o mesmo destino e por ele estar conduzindo o conjunto de veículos da esposa dele . Eles foram encaminhados, juntamente com os veículos e a droga, para a Polícia Civil em Anastácio (MS). onde receberia R$ 7.000 (sete mil reais) pelo serviço de transporte. Ele disse ainda que o outro motorista, de 40 anos, não tinha conhecimento da presença do entorpecente, e que estariam viajando juntos pelo fato de terem o mesmo destino e por ele estar conduzindo o conjunto de veículos da esposa dele . Eles foram encaminhados, juntamente com os veículos e a droga, para a Polícia Civil em Anastácio (MS).

Fonte:21/02/2020 07h30 – Divulgação (PRF)