13/06/2021

MP apura nepotismo em Câmara de cidade da região

Foi instaurado pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Promotora de Justiça Lenize Martins Lunardi Pedreira, um Inquérito Civil para apurar irregularidades na Câmara Municipal de Angélica, que durante investigações foram constatadas diversas irregularidades.

Segundo o site do MP, a Câmara Municipal tem praticado nepotismo, contratação sem concurso público, carga horária e controle de frequência.

Com o Inquérito Civil, será possível colher informações, depoimentos, certidões, realização de perícias e outras diligências visando à adoção de medidas extrajudiciais ou/e judiciais cabíveis.

Ainda conforme o Inquérito, a Câmara Municipal precisará resolver todas as irregularidades.

Fonte;Douradosnews/10/04/2018