Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email
Share on google
Share on whatsapp

PM preso em SP com 1 ton. de cocaína já está em MS

Equipes de SP fizeram a escolta do militar até MS (Foto: Divulgação)

Mário Marcio da Silva, 45 anos, policial militar reformado preso no Guarujá (SP) com mais de uma tonelada de cocaína, dinheiro e armas de fogo, foi transferido na quarta-feira (20) para Campo Grande. O PM, que era lotado em Corumbá, chegou na Capital sob forte esquema de escolta policial.

Policiais da Rota (Rondas Ostensivas Tobias Aguiar), de São Paulo, acompanharam a escolta em 5 viaturas até Três Lagoas. De lá, foi escoltado pela PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul), com equipes do município, de Água Clara, Ribas do Rio Pardo, Guarda e Escolta e em Campo Grande foi levado até o presídio sob escolta do Batalhão de Choque, conforme informações da polícia.

O policial militar reformado foi preso em março de 2019, suspeito de envolvimento com narcotráfico internacional. Na época, a Polícia Federal de Santos encontrou sob posse do policial mais de 1 tonelada de cocaína, R$ 1 milhão, além de 5 pistolas, um fuzil, carregadores e 21 telefones celulares.

Nos aparelhos foram identificados vídeos em que Mário mostrava as cargas de cocaína que posteriormente seriam exportadas.

Condenação

Ainda em 2019, Mário Marcio foi condenado a 14 anos e 7 meses de prisão por tráfico de drogas. A decisão foi da 5ª Vara da Justiça Federal de Santos (SP). O PM começou a cumprir a pena no Presídio Militar Romão Gomes, em São Paulo, e agora deve cumprir o restante no Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande.