22/06/2021

Polícia prende grupo de MS que levava munição de fuzil para o Rio

Cleverson Neves Pessoa (30), Claudecir Queiroz Brito (27), Marciano Ferreira Gusmão (24), naturais de Mundo Novo e o policial militar Gláucio Gomes Martins (30) foram presos em flagrante no Rio de Janeiro (RJ) com grande quantidade de munição para fuzil (calibre 5,56 mm) que seria distribuída nas favelas cariocas.

O armamento era levado pelos sul-mato-grossenses de MS até o Rio e entregue ao PM para distribuição.

A apreensão foi realizada por agentes da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos da Polícia Civil (Desarme) e por policiais rodoviários federais.

De acordo com o Jornal Extra, as prisões aconteceram simultaneamente em dois locais. Cleverson, conhecido como Clevinho e Claudecir, conhecido como Mato Grosso, foram encontrados em um quiosque na Avenida Atlântica, em Copacabana, na Zona Sul do Rio. Já Marciano e o policial militar foram presos em Cordovil, na Zona Norte.

Ainda segundo o jornal, a prisão aconteceu no momento em que o carregamento de munição era entregue ao PM, que seria o responsável por distribuir o material. Ele conduzia um veículo Toyota Corolla roubado e com placas clonadas. A munição apreendida estava escondida no assoalho de um Santana, que era conduzido por Marciano Gusmão.

A ação contou com apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core). Três veículos foram apreendidos.

Segundo a polícia, o trio de MS era responsável pela logística das munições. Eles possuem antecedentes criminais por vários crimes como tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, roubo majorado, receptação e contrabando.

 

(Foto: Divulgação/Jornal EXTRA)/Douradosnews/07/04/2018

  • (Foto: Divulgação/Jornal EXTRA)