24/06/2021

Prefeitura de Rio Brilhante paga salários antes do fim do mês

A Prefeitura Municipal de Rio Brilhante efetua nesta terça-feira, 30 de janeiro o pagamento dos salários dos servidores municipais, referente ao mês de janeiro/2018.

Por lei, a Administração Municipal tem prazo até o quinto dia útil do mês seguinte para efetuar o pagamento da folha de pessoal. Mas o prefeito Donato Lopes da Silva vem cumprindo o compromisso de valorizar os servidores, efetuando os pagamentos sempre antes do final do mês.

Além disso, como janeiro é a data base de reposição salarial, a Prefeitura Municipal firmou acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SINFUSP), para realizar neste mês o pagamento de reposição para corrigir perdas salariais oriundas do ano de 2016, na gestão do ex-prefeito.

De acordo com o secretário de Planejamento e Finanças, Redevan Edoalte Muniz, o funcionalismo público é peça fundamental da administração municipal e a folha de pagamento é sempre prioridade na gestão do prefeito Donato. “A valorização do servidor começa com o pagamento em dia. Por isso, trabalharemos firmes para que em todos os meses os servidores recebam dentro do mês trabalhado.”, enfatizou Redevan.

Para o Prefeito, a medida irá colaborar para aquecer o comércio e motivar ainda mais os servidores. “Com muito planejamento, estamos realizando o pagamento dos servidores dentro do mês trabalhado. Esta sempre foi prioridade nas nossas administrações, o funcionário público é o responsável pela nossa administração e deverá ser sempre valorizado”, disse Donato.

Donato enfatizou ainda que Rio Brilhante é um dos poucos municípios que está com a Folha Salarial absolutamente em dia, além de ser um dos únicos que já conseguiu acertar acordo coletivo para garantir reposição salarial dos funcionários.

“Além de pagar antecipadamente os salários e garantir a reposição de perdas salariais, neste mês começamos a devolver aos servidores comissionados os valores descontados no ano de 2017, quando cada pessoa ocupante de cargo de confiança concordou em reduzir 10% de seus vencimentos nos meses de agosto, setembro e outubro. Agora, em janeiro, fevereiro e março faremos a devolução desse valor,” informou Donato.

Finalizando, Donato fez questão de destacar que isso só está sendo possível graças a uma gestão austera e responsável no gasto do recurso público.

Fonte;Correio do Estado/30/01/2018