23/09/2021

Preso em Campo Grande o maior traficante de drogas de Cuiabá

PODEROSO CHEFÃO – Um dos maiores fornecedores de entorpecentes de Cuiabá teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil (PC), nesta quarta-feira (17.10), em ação de policiais da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) com apoio da Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar), de Mato Grosso do Sul (MS).

Ex-morador do bairro Pedra 90, região do Coxipó, na periferia de Cuiabá-MT,  Milton Santiago Lopez Duarte, de 36 anos, conhecido como “Importado”, “Paraguai” e mais recentemente chamado de “Olho”, considerado foragido no Estado de Mato Grosso do Sul com três mandados de prisão preventiva em aberto. As ordens de prisão contra o suspeito foram cumpridas na manhã desta quarta feira (17) em Campo Grande (MS).

Milton Santiago agia no município de Bela Vista (MS) coordenando outros traficantes no plantio, colheita, fabricação, armazenamento e transporte de grandes quantidades de maconha, na sua maioria destinadas à Capital mato-grossense. No ano de 2017, o traficante chegou a ter 14 toneladas de drogas disponível para distribuição.

Durante as investigações realizadas nas operações “Spot” e “Campo Minado”* que juntas repercutiram o cumprimento de mais de 150 ordens judiciais,  a DRE-MT conseguiu comprovar que Milton agia como fornecedor interestadual de drogas, se utilizando de vários “modus operandi” para homiziar a segurança pública.

Segundo o delegado, Marcelo Miranda Muniz, coordenador da ação policial, a prisão de um fornecedor de drogas desse porte é de extrema importância para o combate do comércio de entorpecentes. “A droga quando enviada para Cuiabá e região chega aos pontos de venda (biqueiras e bocas de fumo), fomentando tanto o tráfico de grande porte como o tráfico doméstico que incomoda muito a população mato-grossense”, explica o delegado.

O delegado titular da DRE, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, destaca a repercussão social da repressão ao tráfico de drogas. “O tráfico de drogas é o crime principal que alimenta os demais, com destaque para os delitos patrimoniais e também os crimes contra a pessoa (como homicídios, por exemplo). Em razão dessa potencialidade lesiva à sociedade é tão necessário e urgente realizar um combate técnico, firme e comprometido contra a atividade ilícita”, destacou,.

A ação contou com policiais da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes da Polícia Judiciária Civil do Estado do Mato Grosso – DRE-MT, bem como o apoio da Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico do Mato Grosso do Sul – Denar-MS.

DENÚNCIAS

A Polícia Civil disponibiliza um canal direto para denúncias referentes a tráfico de drogas. Pelo telefone (65) 999989-0071 e email denunciasdre@pjc.mt.gov.br é possível repassar informações à DRE que possam auxiliar os trabalhos de investigação. O sigilo é absoluto.

 Fonte;24;horasNews/

Da Redação/Com Assessoria – PJC-MT | 17/10/2018
Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter