Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email
Share on google
Share on whatsapp

RELEASE: ESCOLA ESTADUAL PE. FRANCO DELPIANO REALIZA PRIMEIRA MOSTRA CIENTÍFICA

Neste sábado (26), a Escola Estadual Padre Franco Delpiano realizará I Mostra Tecnológica, Científica e Cultural, com o intuito de despertar o interesse pela investigação científica, estimular o desenvolvimento da produção do trabalho pelos alunos e divulgar as produções produzida ao longo do ano. O evento terá início às 8h até 12h, na escola localizada na Rua Lino Villachá, 1.250, Bairro Nova Lima, dentro da área do Hospital São Julião.

Com propósitos didáticos, utilizando método científico para desenvolver os trabalhos, aproximadamente 400 alunos do Ensino Fundamental I e II, escolheram diversos temas e foram orientados pelos professores. Ao todo são 47 trabalhos para exposição dentro das seguintes áreas: Ciências Exatas e da Terra, Ciências Agrárias.

“A Mostra está sendo uma importante ferramenta didática e foi organizada para estimular os alunos a serem protagonistas, participando ativamente de todas as etapas do trabalho e utilizando a pesquisa para desenvolver os temas. Já fazíamos as Mostras Culturais, mas esta é a primeira experiência neste molde mais elaborado de pensamento científico”, ressaltou a Diretora Denise Ferreira Nascimento.

Será uma manhã de aprendizado, com a presença de avaliadores experientes em Feiras e Mostras para julgarem os trabalhos, com direito a premiação para o projeto selecionado. “Haverá desde o estudo de biografia, como é o trabalho do Dr. Ernesto Vargas Baptista, diversas curiosidades, criações, trânsito, saúde, tecnologia, e muito mais. Está sendo uma ótima experiência ver o envolvimento de todos da escola e também dos familiares. Fazendo uma prévia, já vimos que estamos no caminho certo”, relatou Denise.

Para Ana Luzia Abrão, filha de Ernesto Vargas Baptista, é importante que os jovens tenham mais referências de pessoas que lutam para fazer a diferença. “Meu pai representa para mim um exemplo de ética, profissionalismo, exemplo de homem público e principalmente de compromisso com as gerações futuras. Ele sempre buscou o desenvolvimento da comunidade, a melhoria das condições de vida do lugar em que ele morava. Fico com o coração emocionado que ele está presente nesse evento, trazendo um pouco da sua história”, comentou.

A Escola Estadual Padre Franco Delpiano foi construída quando Ernesto atuava como Secretário de Viação e Obras Públicas no governo de Mato Grosso Uno sendo governador José Fragelli, pelo Plano de Obras Escolares foram construídas mais de 2000 salas de aula, dentre elas as primeiras quatro salas da Escola Estadual Franco Del Piano, que depois recebeu ampliação.

“Lembro que quando eu era menina, meu pai comentou que visitou o Hospital São Julião e ficou muito impressionado com as necessidades apresentadas pela Irmã Silvia, sobre as melhorias e reformas das instalações físicas que precisavam. O governo acabou atendendo e nesse conjunto de obras dos anos 70 que foi construído a escola. Saber mais sobre meu pai e os detalhes dessa história com a escola foi como encontrar um precioso tesouro”, contou Ana Luzia.

Em 2018, em comemoração aos cem anos de nascimento de Ernesto Vargas Baptista, a escritora Vera Tilde lançou a biografia “Celebrando a Vida – 1918-2018 – Ernesto Vargas Baptista”, publicação oficial do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul (IHGMS). Composto por dez capítulos, o livro é ilustrado com fotos e documentos de época, complementado com depoimentos de familiares e pessoas com que conviveu. “Conta suas atuações como professor e construtor de escolas, além disso, o papel de agrimensor, urbanista, principalmente em Ponta Porã e em Cuiabá, desbravador de rodovias, especialista e consultor no setor de transportes. Ele foi um ser humano diferenciado, que se dedicou ao trabalho com competência e foco no desenvolvimento e progresso das comunidades. Um exemplo edificante e real para as novas gerações”, ressaltou Vera.

A Escola Estadual Padre Franco Del Piano foi premiada por seus projetos na 71ª edição da Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) realizada na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).