18/10/2021

Servidor que recebeu salário de vereador e não devolveu vira réu

A juíza Célia Vidotti, que recebeu a ação impetrada contra o ex-servidor

A Justiça acatou a ação do Ministério Público Estadual (MPE) contra o ex-servidor da Câmara de Vereadores de Cuiabá,  Edlael Graciano Lima Marques, por ato de improbidade administrativa.

Ele é acusado de ter recebido R$ 45,3 mil de forma equivocada e se recusado a devolver o dinheiro.

A decisão é assinada pela juíza Célia Vidotti, da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Popular, e foi publicada nesta quarta-feira (22).

De acordo com a ação, a quantia foi paga em quatro parcelas iguais de R$ 11,3 mil nos meses de janeiro e abril de 2017.

O valor, na verdade, se destinaria ao pagamento do subsídio do vereador Mário Nadaf (PV), cuja conta corrente tinha números semelhantes à do servidor.

Edlael respondeu por um processo administrativo aberto pela Câmara, que resultou em sua exoneração em 2018.

Em sua decisão, a magistrada citou que durante o processo administrativo, Edlael foi ouvido e demonstrou ter ciência que os valores não correspondiam a sua remuneração, no entanto, não os devolveu, enfatizando que seria “um presente de Deus”.

Para a juíza, com essa conduta, ele obteve vantagem indevida e, consequentemente, causou prejuízo aos cofres municipais.

Célia Vidotti deu prazo de 15 dias para Edlael se manifestar no processo.

Fonte:MidiaNews

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter