24/06/2021

Uma nova batalha ideológica começa a ser travada em várias cidades brasileiras,

 

Inclusive em Chapadão do Sul,  entre partidários do ex-presidente Lula que está preso na sede de PF (Policia Federal) em Curitiba e opositores. Seguidores do petista estão carimbando  cédulas com a frase  “Lula Livre”, o que está sendo considerado  crime de “Dano Qualificado”. Alguns comerciantes do município já adiantaram que não aceitarão nenhuma cédula “danificada”. Na prática ela perdeu o poder de circulação, mesmo que seja rabiscada, colada ou faltando pedaços.

A moeda pertence à União e o seu valor intrínseco ao particular, nos exatos termos dos artigos 98 e 99 do Novo Código Civil. Assim, se a própria pessoa rasga, suja, destrói, inutiliza, papel-moeda ou metálica, ainda que seja de sua propriedade estará configurado o crime de dano qualificado, previsto no artigo 163, parágrafo único, inciso III, do Código Penal Brasileiro.

Também há informações circulando em redes sociais de que o Banco Central teria divulgado nota à rede bancária proibindo o recebimento de notas com carimbo “Lula Livre”. A notícia carece de melhor apuração, mas está confirmado este movimento que tenta colocar o ex-presidente num patamar parecido  com Nelson Mandela.

Fonte;Chapadensenews/02/05/2018