13/06/2021

Vítima de pistoleiros

Terezinha Silva de Souza, que foi assassinada em janeiro

Três meses depois, execução de diretora do Sanear ainda é um mistério

rês meses depois do crime, permanece o mais absoluto mistério o assassinato da diretora do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear), Terezinha Silva de Souza.

 

A gestora foi morta na manhã do dia 15 de janeiro, quando ia para o trabalho na companhia de seu motorista. O crime foi cometido por dois homens em uma moto.

 

Se a Polícia Civil descobriu algo neste intervalo de tempo, guardou para ela. Até agora não se tem notícia de prisão ou indiciamento.

Fonte:MidiaNews