01/12/2021

Zeca mantém candidatura e diz que vai denunciar desembargador ao CNJ por perseguição política

O ex-governador e atual deputado federal José Orcírio Miranda, o Zeca do PT, afirmou, na manhã desta quinta-feira (2), que o desembargador Sérgio Fernandes Martins, tomou uma decisão monocrática. Em razão disto, informou que deve denunciar Martins ao (Conselho Nacional de Justiça). Ele ainda garantiu que mantém a candidatura ao Senado.
“Acho que é um equívoco ou má-fé. Não quero fazer juízo de valores. A decisão não pode ser pessoal, foi monocrática a decisão dele”, afirma Zeca. Ele ressalta que as denúncias contra ele tem com base a uma informações dadas pelo ex-proprietário do Diário do Pantanal, Aldair Martins, já falecido.
“Foram diversas denúncias, entre oito a 10 ações que acabaram arquivadas por falta de prova. Tudo porque essa Ivonete [Martins] queria dinheiro. E agora, o Sérgio Fernandes Martins não esperou a decisão da turma e já mandou a condenação para a Justiça Eleitoral”, comentou.
Zeca ainda lembrou que o desembargador Sérgio Fernandes Martins foi no passado ex-assessor jurídico do ex-governador André Puccinelli. “E isso me causa estranheza”.
E emenda: “estou muito tranquilo, não muda em nada a minha candidatura. Vou conversar com os meus advogados e vamos recorrer e denunciar o Sérgio Martins ao Conselho Nacional de Justiça. E isto só expõe um desembargador do Tribunal de Justiça que deveria manter uma conduta apartidarizada e que se espera de um magistrado uma conduta isenta”.

Fonte;Caaraponews/02/08/2018